Crítica Mini Metro

Mini Metro é um jogo extremamente simples que pode sugar bastante tempo da sua vida. Com uma arte minimalista, o objetivo em Mini Metro é que o jogador crie linhas de metrô em diversos mapas do mundo. O desafio é tentar criar a malha ferroviária de uma maneira que dificulte que as estações fiquem cheias. Caso qualquer estação chegue ao limite, o jogador perde.

Mesmo com poucos detalhes, tanto gráficos como mecânicos, existe uma complexidade “secreta” na organização e construção das linhas de metrô. Um pequeno erro conectando estações é o suficiente para que as estações encham e o jogador perca. Por isso, parte de desafio do jogo é administrar recursos como túneis, pontes, número de linhas e até de metrôs em funcionamento, além de claro, precisar de muita atenção para as estações que serão conectadas.

Mini Metro é quase um ligue os pontos evoluído, é um jogo excelente para passar o tempo, a arte minimalista é bonita e chega a dar prazer de ver a formação das linhas e o funcionamento dos metrôs. Lançado tanto para computador e celulares, essa semana o jogo ganhou uma versão para Nintendo Switch, que tal qual no mobile tira proveito do Touch Screen, facilmente a melhor maneira de jogar.

 

Graças a sua simplicidade gráfica, Mini Metro consegue rodar na grande maioria dos computadores e celulares. Sendo assim, o game recebe o selo PC da Xuxa. Confira os requisitos para computador:

  • SO: Windows XP, Vista, 7, 8 or later
  • Processador: 2 GHz or faster processor
  • Memória: 1024 MB de RAM
  • Placa de vídeo: Shader Model 2.0
  • DirectX: Versão 9.0c
  • Armazenamento: 300 MB de espaço disponível
PC da Xuxa

2 thoughts on “Indicação: Mini Metro”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *