Lego DC Super Villains

Lego é uma franquia que sempre evolui de maneiras visíveis em cada um de seus jogos. A cada lançamento é fácil perceber as novas mecânicas, o upgrade gráfico e as novas ideias surgindo e aos poucos melhorando. Nos 20 minutos que pude jogar de Lego DC Super Villains com o produtor da série, Matthew Ellison, na BGS 2018, eu fui apresentando a algumas das novas evoluções da franquia.

Um dos grandes pontos de evolução que são apresentados no início do game é a criação de personagem. Já lançado no último Lego Marvel, esse sistema se tornou ainda mais profundo e ganhou uma maior importância.

Agora o jogador precisa criar seu personagem, um novo vilão no mundo DC. Ele fará parte da história do game e poderá ganhar e melhorar habilidades que ajudam tanto em combate quanto nos puzzles da campanha.

Um outro fator que continuará no game será o mundo aberto que aos poucos cresce nos jogos da franquia. Segundo Ellison, o game terá não apenas Gothan, que já esteve presente em Lego Batman 2, como também Metrópolis. As cidades serão interligadas e poderão ser exploradas com a variedade de vilões disponíveis para o jogador controlar.

Um outro elemento que recebeu melhorias segundo Ellison foram os puzzles do game. Segundo o produtor, para tornar ainda mais acessível e mecanicamente ágil, os puzzles foram simplificados e as missões estão um pouco mais frenéticas e focadas na diversão.

Lego DC Super Villains parece uma boa evolução de tudo o que a TT Games, tem trabalhado. Mais frenético e mantendo as qualidades dos seus jogos anteriores, os 20 minutos que tive com o game deixaram claro que a franquia Lego continua sendo ótima e com grande potencial para agradar jogadores de todas as idades. 

Lego DC Super Villains já está disponível para Playstation 4, Xbox One, PC e Nintendo Switch.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *