Slisptream Drift

Slipstream é um jogo excelente. Desenvolvido por praticamente um desenvolvedor, o brasileiro Ansdor programou, fez as artes e o gamedesign inteiro do jogo. Apenas a música foi criada por outra pessoa, o americano Stefan Moser e a combinação do que esses dois fizeram é impressionante.

Mesmo que cada pista não tenha uma música própria e o jogador possa escolher a que quer ouvir a qualquer momento, todas elas se completam. Uma melancolia tranquilizadora parece ser padrão em todas as pistas e músicas, não importa quão mais agitado ou diferente seja a música, o visual combina. Algo impressionante quando não existe uma música certa para cada fase.

Ainda sim, Slipstream tem algo muito mais valioso do que combinação interessante de música e pistas: mecânicas divertidas.O jogo claramente tem muita inspiração em OutRun, entretanto, mesmo que siga o estilo de jogos de corrida antigos, a jogabilidade vem dos jogos mais recentes.

O próprio slipstream, que dá nome ao game não existiu nos jogos do gênero da época em que ele reverencia. O slipstream é quando o jogador fica um tempo atrás de outro carro para conseguir passar pelo vácuo e aumentar a velocidade. Algo que só foi entrar em Outrun nos jogos em 3D. Até mesmo o drift, outra mecânica excencial para vencer as corridas do game não estavam presentes em boa parte desses jogos, era algo que poucos como Mario Kart faziam e em Slipstream funciona perfeitamente a ponto de ser o maior charme dele.

Slipstream pista cidade
Todas as pistas de Slipstream tem um visual simples porém muito bonito.

Essas ideias de jogos mais recentes implantadas em algo que parece feito nos anos 90 só o tornam mais divertido do que os próprios jogos da época. Slipstream por não se sustentar apenas em nostalgia, vai além de apenas reverenciar, ele é o jogo como nós lembramos dos games da época e não como realmente eram.

É visível a paixão do desenvolvedor pelo que estava fazendo e Ansdor claramente sabia o que queria fazer. Todo o game design se encaixa como uma peça de lego que aos poucos forma um excelente jogo.

As pistas funcionam muito bem para o drift e até a velocidade dos adversários instiga o jogador a conseguir o máximo de slipstream que puder. Sem essas duas ferramentas é praticamente impossível vencer qualquer pista. Slipstream é sobre usar o máximo de suas mecânicas e é moldado em cima disso.

O jogo vai além da reverência e desenvolve algo próprio. Essas mecânicas mais “atuais” o tornam mais divertidos do que os próprios jogos usados como inspiração.  Essa junção de jogo antigo com um pensamento atual de desenvolvimento de jogos é o motivo de tornar Slipstream extremamente divertido, ele não é apenas algo velho embelezado, é algo novo ganhando vida.

 

Slipstream requer muito pouco dos computadores. Sendo assim, ele pode rodar na grande maioria dos computadores dos brasileiros recebe o selo PC da Xuxa. Confira os requisitos: 

  • Requer um processador e sistema operacional de 64 bits
  • SO: Windows 7
  • Memória: 2 GB de RAM
  • Placa de vídeo: Intel HD Graphics 5000
  • Armazenamento: 500 MB de espaço disponível
PC da Xuxa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *