Kyriu lutando

Yakuza 6 é um jogo corajoso. Não falo isso apenas pelo fato de não tentarem agradar os fãs com todos os personagens que amam nessa possível despedida. Falo por do começo ao fim o jogo deixar claro que acredita em suas ideias. Yakuza 6 é a prova que algo maduro não precisa ser sombrio  ou com putaria como muitos acreditam.

Ele é maduro por aceitar seus ridículos e rir com ele e  por saber quando precisa ser genuíno e sentimental. Sim, estamos falando de um jogo em que o foco é dar porrada em tudo o que aparece pela frente, mas ao mesmo tempo é um jogo que do começo ao fim fala sobre paternidade, responsabilidade e afeto. Yakuza 6 não está preocupado só em contar uma boa história mas também em dar uma mensagem ao jogador.

É claro que no meio de tudo, ainda existem as missões secundárias engraçadas como o protagonista, Kyriu, precisar se vestir de mascote ou lutar contra fantasma.A questão é que em equilíbrio a essas, existem outras cheias de sentimento.

Mesmo que no fim de tudo Kazuma Kyriu precise bater em um grupo de pessoas, o jogo, à sua maneira fala sobre responsabilidade de adultos com jovens, de companheirismo e respeito. Tudo isso sem ter vergonha do que está dizendo, usando às vezes da sua forma cômica de contar e as vezes de forma séria. Fica claro que para os desenvolvedores, o que importava era falar sobre algo, não só encher o jogo de missões secundárias para encher linguiça.

Kamurocho Yakuza 6
Kamurocho está ainda mais vivo em Yakuza 6

A coragem de Yauza 6 fica mais evidente na história principal pois a direção do jogo é completamente focada nessa mensagem de paternidade que quer passar. Sendo assim, personagens importantes da franquia que não servem para a narrativa praticamente não aparecem. Da mesma forma que alguns momentos esperados pelos fãs não acontecem. Possivelmente essa escolha vai irritar alguns fãs mais mostra o comprometimento que os desenvolvedores tinham no que queriam fazer com o jogo.

Essa coragem só é possível, graças  a maturidade que a franquia tem desde o começo e é fortificada no novo.  Em Yakuza 6 a trama acontece apenas pois Kyriu está procurando o pai de uma criança para evitar que ela seja levada ao orfanato. Ainda sim, em nenhum momento é discutido sobre se é ou não de casamento, se pode ou não ter filhos antes ou algo assim. Esse fato que para muitos ainda é tabu é tratado com a normalidade que merece ser tratado, sem em nenhum momento haver discussão.

Os desenvolvedores claramente estão muito mais preocupados em discutir o que realmente importa para o jogo. Se misturando com o tema de paternidade o jogo o tempo todo discute sobre o ser humano. Sobre como ninguém é só mal por ser mal e que mesmo sendo um assassino assassino a pessoa ainda se importa com algo e tem amor ao próximos e que isso não diminua os seus crimes e erros.

Yakuza 6 Kyriu hachi
Os golpes e combos estão ainda mais loucos em Yakuza 6

São essas ideias que tornam Yakuza 6 o símbolo de algo que a franquia tem feito desde o começo. Uma maturidade corajosa repleta de cenas engraçadas e momentos de porradaria que reconhece que sentimentos são importantes para a história.

Yakuza 6 é um ponto final digno para a história de Kyriu. Sua história é ótima e todos os personagens, dos antigos até os novos são escritos de forma brilhante. Cheio de momentos impactantes e emocionantes o jogo ainda carrega uma mensagem linda e inesquecível. Tornando Yakuza 6 se não é perfeito,muito perto disso.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *